>

14 de ago de 2016

[crônica] PEDRO LUSO – O hábito da leitura






      [ESPAÇO DA CRÔNICA]


       O HÁBITO DA LEITURA
     – PEDRO LUSO DE CARVALHO



Não raro recebo mensagens de jovens e de adultos que dizem que gostariam de ter o hábito da leitura, pois não se sentem com o ânimo necessário para se aventurarem em leituras que exigem deles o dispêndio de muito tempo.
Dizem alguns, que se sentem frustrados quando fecham o livro iniciado sem chegarem ao final da história ou do poema. Dizem, ainda, que gostariam de continuar com a leitura iniciada, mas desistem.
Então, pedem que lhes indique qual o método que poderá levá-los a aprendizagem da leitura. (Isso, em se tratando de ficção, já que muitos estão interessados em outras leituras, que não ficção ou poesia.)
A resposta para essa pergunta, que pode parecer fácil é, ao contrário, bastante difícil. Para cada pessoa deve-se aplicar um método que se adapte com sua idade, escolaridade, sensibilidade, aspirações.
Daí podemos concluir que as pessoas mais indicadas para dar esse tipo de orientação são os professores, já que no dia a dia da vida escolar podem observar quais são as tendências e aspirações de seus alunos.
Quanto aos adultos, que não mais frequentam bancos escolares, deverão eles escolher o que mais se aproxima de seu gosto, que pode ser romance, conto, crônica ou poesia. Isso não quer dizer que não possam aderir a todos esses gêneros.
Depois que esse adulto estabelecer uma hora adequada para a prática da leitura, em lugar igualmente adequado, estará iniciada a rotina para as suas leituras, desde que não desista dessa importante empreitada.
Portanto, para as pessoas adultas, que não mais frequentam os bancos escolares, a aquisição do hábito da leitura dependerá unicamente deles próprios. Portanto, vontade e determinação é a receita para atingirem esse objetivo.


  
      *   *   *


33 comentários:

  1. Também penso assim, Pedro. Incorporar no dia a dia o hábito da leitura requer vontade e determinação. Não tem uma receita única para todos, cada um deve descobrir como encaixar na sua rotina uma pausa para ler de acordo com seu gosto e preferência. São tantas as interferências que nos dispersam e nos desconcentram do livro que alguns desanimam. Eu como adoro ler, já nem me incomodo mais com os ruídos externos, entro inteira dentro da história e esqueço de tudo ao redor. rs

    abração/Rosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Rosa, para se adquirir o hábito da leitura faz-se necessário vontade e determinação. Aos pais e professores compete descobrir quais são as preferências do futuro leitor.
      Abraço

      Excluir
  2. Como tudo na vida, depende de nossa vontade e formação do h´[abito e uma rotina, nem que seja bem leve, ajuda! abraços. ótima semana e ainda um feliz dia dos papais! chica

    ResponderExcluir
  3. Boa noite Pedro.
    Acho que todas as crianças devem ser incentivas a leitura, por ser um maravilhoso habito. Quando adulto cada qual escolhe o seu estilo, eu gosto de romance, já a minha filha gosta de livros de aventura, policial, suspense, romances, e ficção é o que mais a atrai. Ela passa horas lendo que nem parece que já chegou rsrs. Antes ainda pegava um pouco no seu pé, hoje mesmo passou o dia todo de domingo, com um lindo sol enterrada nos livros rsrs. Mas agora aprendi e entendi que ela se sente feliz lendo e deixei ela e seus livros em paz rsrs. Meu amigo só agora achei um tempinho de vim lhe parabenizar pelos dias dos Pais. Uma linda semana para você, seus filhos e a querida Tais. Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mirtes, a sua filha já tem meio caminho andado na Faculdade de Direito, pois terá que ler muito daqui para frente, principalmente depois de formada. Parabéns a você e à filha.
      Abraço.

      Excluir
  4. Gosto muito de ler e tentei incutir esses hábito nos meus filhos; creio que consegui, pois os dois lêem. Infelizmente as crianças de hoje não estão a ser muito incentivadas a isso; há os tablets, as play-station e vemo-las ainda bem pequeninas com os tablets na mão entretidas com os jovens; perdeu-se o hábito de lhes ler uma estoria antes de dormir e isso faz com que eles não se interessem pelos livros o que é uma pena. Eu leio bastante, mas não consigo trocar o livro pelo romance lido no tablet; sinto necessidade de tocar o papel. Belo tema, amigo. Um beijinho e fica bem
    Emilia

    ResponderExcluir
  5. Depende mucho de la actitud de los padres. Hay que aprtovechar esa época que todo lo preguntan y quieren llenarse de saber. Y si aun no saben leer facilitarles libros de imagenes. Dos de mis hijos que leian cuanto caian en su mano han sido triunfadores en su vida real.

    ResponderExcluir
  6. É muito difícil, meu amigo, que as pessoas que não adquiriram o hábito de ler em crianças venham a fazê-lo quando adultas. Mas não é impossível. Conheço casos. A sua crónica é muito pertinente. Eu costumo aconselhar a que leiam nem que seja uma página por dia. E ler é tão estimulante!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Pedro Luso
    Como leitor compulsivo, desde muito tenra idade, sem que alguém me impulsionasse. Porém penso que caberá à escola a tentar promover o hábito, ficando o método ao gosto de cada um. Eu por exemplo adormeço a ler, lendo de tudo. Depois veio o "defeito" profissional, li muito para conceber peças a publicar, com gosto curiosamente. Depois do estudo escolar ou académico, a leitura é a base da cultura.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Es una afición como otras, yo he leído poco en mi vida, pero desde mi retiro que cogí la costumbre de leer un poco cada día y uno le va cogiendo la afición.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  9. Olá Amigo Pedro: Raras são as pessoas que gostam de ler, num restaurante que costumo frequentar, tem uma coberta grande na entrada onde colocaram uma mesa e uma estante para doação de livros, estão ali para quem quiser pegar e para quem tiver para doar, os espaços estão lotados de livros, mas ninguém pega, aliás nem olham são livros de diversas áreas, romances, profissionais, didáticos...
    e são gratuitos, já contribuí com vários, e peguei e li outros tantos, mas quando vou olhar as novidades, estão empoeirados e intactos. Acho que este costume se adquire na infância ou por uma situação inevitável.
    Abração, Léah

    ResponderExcluir
  10. Sendo a leitura um prazer só se cria o hábito se ela for prazerosa...portanto, criar o hábito é importante desde a infância onde se reforçam os estímulos. Leitura em grupo costuma dar prazer e traz a reflexão coletiva. Declamar poesias alegra e personaliza e é muito bom. se lembrarmos de nossa infância era assim na antiga escola, onde as crianças liam e interpretavam textos, além de exercitar a criatividade escrevendo suas experiências , etc

    Um abraço

    ResponderExcluir
  11. Sei que formar este hábito é difícil, ainda mais com a tecnologia de hoje, onde as Redes Sociais dominam muitas cabeças jovens. Por outro lado, alguns trabalhos de Órgãos do Governo e outros com apoio da iniciativa privada, poderiam incentivar bem mais.
    É lendo que se aprende, que se cresce, que se conquista; que alçamos voo para um mundo mais aberto e de mais qualidade. O povo, através de sua cultura, de sua história, de sua economia é que pode fazer uma nação forte. Um país que incentiva a cultura, que cuida de suas crianças formará adultos mais capazes e mais felizes.
    Mas a mim parece ser fundamental dar à criança o que ela gostaria de ler, e não impor gostos. Deixe-a pegar o hábito, depois é trabalhar, filtrar seu gosto.

    Beijinho daqui do lado...

    ResponderExcluir
  12. O título já nos diz o caminho, para a leitura a necessidade do hábito.
    Um dos melhores caminhos de construção interior e cultura que mobilizará
    no indivíduo a necessidade de conhecimento, informação e crescimento no
    sentido deste hábito acionar uma percepção mais ampla e principalmente
    se oferecer um leque de opções de literaturas diversas.
    A leitura como um hábito leva o indivíduo a querer o saber e o
    aprendizado, a paixão deste hábito uma constância no preenchimento
    escolhido como puro lazer.

    Sempre encantador este seu espaço de cultura, Pedro!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  13. Bom dia mestre.
    Uma abordagem interessante esta de como despertar o interesse pela leitura. Isto faz lembrar a minha juventude, quando me embrenhei pelas leituras de romances numa indicação/orientação de uma freira Irmã Elizabeth. Com ela pude devorar Machado de Assis, Drummond, Jorge Amado que comecei com Jubiabá livro de próximo 300 paginas, lembro que inspirei a comprar uma coleção de Machado e Drummond eu respirava todos os dias por estar na cidade dele e morar perto de sua fazenda/casa. Hoje o habito de ler é muito vago para os jovens e cabe sim esta orientação e até escolhas de livros que possam faze-los ingressar sem dor e assim se contaminarem por este lindo prazer.Vejo no caso de vestibulares, que muitos jovens ficam presos à resumos dos livros indicados, há também uma certa preguiça, mas creio que é possível acender esta chama, um convite ás mais belas viagens que um livro bom proporciona.

    Uma boa semana abençoada de paz e alegrias.
    Meu terno abraço de paz e luz.

    ResponderExcluir
  14. a Leitura, como todos os bons hábitos, isto é, como tudo que exige esforço e traz gratificação posterior, primeiro "estranha-se", depois "entranha-se"...

    admirável, Pedro, este seu pendor pedagógico.
    assim deve ser o verdadeiro escritor.

    forte abraço

    ResponderExcluir
  15. En mi opinión, lo que lleva a la lectura es la curiosidad. Eso es lo que yo recuerdo de mis primeros contactos con los cuentos. ¿Qué le iba a pasar al personaje? ¿Cómo iba a solucionar los problemas en que se había metido? Y así un largo etc.

    Creo que todo puede empezar con que, desde hace años, existe esa caja tonta llamada televisión y que por ese conducto, sin esforzarte, recibes toda la información...pero leer es otra cosa. ¡Lástima!

    Saludos cordiales. Franziska

    ResponderExcluir
  16. Eu tenho três filhos e são três hábitos e gostos diferentes. Uma é devoradora de livros e diversos estilos. Outra tem um só género de livro (biografias de vidas femininas complicadas) e o livro fica na mesinha de cabeceira como não se querendo separar das personagens. Outro devora um livro de 700 paginas em três dias. Eu adoro ler e até já me adaptei aos e-books...
    Acho que o gosto pela leitura adquirisse com a experiencia do 1º livro. Eu comecei com livros infantis tipo ANITA e adorava entrar nesses mundos... e os livros mais massudos mais técnicos vai por teimosia. Uns leem se por prazer outros por dever...
    Mas leiam sempre porque o verdadeiro conhecimento vem dos livros.

    ResponderExcluir
  17. A mí siempre me gustó la lectura ya desde niña. Mi padre me regalaba cuentos preciosos que conservo como un tesoro.

    Los libros son excelentes compañeros.

    Muy bueno tu postura.
    Un abrazo

    ResponderExcluir
  18. Comigo o hábito da leitura foi crescendo lentamente e aumentando o tempo de leitura com o tempo, o próprio conteúdo dos livros se nos são aliciantes torna-se quase compulsiva a sua leitura.
    Um abraço e bom fim de semana.
    Andarilhar

    ResponderExcluir
  19. Sou leitora (quase) compulsiva e tenho um filho que sai ao pai: detesta ler...

    Não sei se haverá algum método para fazer com que se aprecie a leitura

    Bom fim de semana :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como você é esse hábito da leitura, já significa um ponto a favor de seu filho; agora basta paciência com ele e dar-lhe incentivos, mesmo que indiretos, como, por exemplo, comprando livros fáceis de ler (mesmo que sejam em quadrinhos), e deixá-los à sua vista. Criatividade para isso não pode faltar.
      Abraço.

      Excluir
  20. Leo desde pequeño Pedro. Eran tiempos en que me encantaban las novelas policiales, pero empezaba desde la última página para conocer primero al asesino. Luego partía desde la número uno y gozaba con los errores de la investigación y de las argucias del criminal para escabullirse.

    Abrazo austral.

    ResponderExcluir
  21. El hábito de la lectura más Fabio de adquirir se logra como hablar, por imitación de los padres, desde la edad más temprana.
    Muy buen texto nos públicas hoy.
    Gracias, Pedro.
    Un abrazo grande.

    ResponderExcluir
  22. Hola Pedro ☺
    Te cuento que yo particularmente no tengo un habito propio de lectura, también pienso que es importante inculcar desde pequeños a los niños hábitos de lectura como leyendoles historias, esto tiene que ver con algo que se llama estimulación temprana, también existe la estimulación prenatal, esto es un tema amplio, en fin tener el hábito de la lectura es fundamental si ☺
    Un beso grande

    ResponderExcluir
  23. Hola Pedro.
    Unos buenos consejos.
    A mi me encanta leer, pero ultimamente se me cansa la vista.
    Para mi la mejor hora es madrugar, porque entonces tengo los ojos más descansados.
    Feliz domingo,Montserrat

    ResponderExcluir
  24. OI PEDRO!
    ACHO QUE MEU AMOR PELA LEITURA NASCEU NOS BANCOS ESCOLARES E POR ISSO, PENSO QUE OS PROFESSORES TEM GRANDE RESPONSABILIDADE NISSO E AINDA HOJE VEM DELES ESTE PRIMEIRO CONTATO COM OS LIVROS, FICANDO ENTÃO COM OS PAIS, O INCENTIVO COMPRANDO-OS E SABENDO DA PREFERÊNCIA DE LEITURA DO JOVEM.
    UM ÓTIMO TEXTO AMIGO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Caro dr Pedro uma bela receita para se adquirir um hábito tão bom, do qual compartilho. Acho bem acertada o direcionamento que nos dá no post, acho também que os bancos escolares são fundamentais para a formação deste hábito, mas antes, os pais em casa, existem livrinhos para criança no banho, passear em livrarias também quando a família sair, enfim, o habito da leitura se não for natural da pessoa (como eu rs) tem que ter vontade e determinação, acho fundamental. Belo e útil post.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  26. Gracias Pedro, por seguirme y darme la oportunidad de encontrar tu rincon de lectura,soy fanática de la poesía,buenos relatos, y todo aquello qué cae en mis manos.Estoy de acuerdo en qué el habito de leer empieza en la cuna,un simple cuento musical,seguido de otros según creces, de contenidos apropiados,hace qué la lectura sea una necesidad en tu vida.
    Seguiré visitando tu rincón.
    Un saludo afectuoso.

    ResponderExcluir
  27. Olá Pedro,quando somos pequenos,(crianças ainda),já temos o potencial de sabermos quando queremos ouvir uma estórias ou histórias, quando aprendemos as primeiras letras, os livros nos fazem companhia.Na minha infância eu era ledora de gibis,fazia as trocas com o nosso padeiro, com o leiteiro, pois na época era assim, eu parecia um moleque trocando revistinhas.Na juventude,aprendi a conhecer meu estilo para leitura, na sala de aula eu era chamada, pela minha professora, de tracinha de livros.Quando se adquire o hábito de ler, jamais se perde, nem na vida nem na leitura. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  28. Pedro
    sou uma leitora compulsiva desde muito nova
    para mim livros são a melhor companhia que posso ter
    gostei da crónica
    boa semana.
    beijos
    :)

    ResponderExcluir
  29. Adorei a crónica... o prazer de ler... é algo que só cada um entenderá se tal prazer é uma obrigação... ou uma necessidade... uma sede de saber... de alargar o seu mundo, no mundo dos outros...
    Por qualquer razão, veio-me à memória, as palavras de Saramago... o homem mais sábio do mundo, que ele tinha conhecido, não sabia ler, nem escrever... falava do seu avô...
    O verdadeiro conhecimento... talvez advenha do sentir... de cada um...
    Abraço!
    Ana

    ResponderExcluir
  30. Ir a una biblioteca, abrir libros al azar y leer la primera página. ¡Seguro que habrá alguno que avive la curiosidad de seguir leyendo!
    No hay que descartar los "cómics" ni las "novelas ilustradas".
    Abraços

    ResponderExcluir

LOGO O SEU COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO.

OBRIGADO PELA VISITA.

PEDRO LUSO