>

15 de fev de 2010

OS GLORIOSOS – Carlos Drumonnd de Andrade




PEDRO LUSO DE CARVALHO

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE nasceu na cidade de Itabira, Minas Gerais, a 31 de outubro de 1902. e faleceu no Rio de Janeiro, a 17 de agosto de 1987. Drrummond foi, antes de tudo poeta, mas também foi funcionário público, jornalista e cronista.
A estreia de Drummond na poesia deu-se em 1930, com Alguma poesia, livro no qual reuniu poemas que escreveu a partir de 1925. Os livros que se seguiriam a este foram, dentre outros:: Brejo das Almas, 1934; Sentimento do Mundo, 1940; A Rosa do Povo, 1945; Claro Enigma, 1951. Tais obras dariam a Drummond a posição de um dos maiores poetas do Brasil.
Segue o poema Os gloriosos, de Carlos Drummond de Andrade (In Menino Antigo/ Boitempo - II. Carlos Drummond de Andrade. 2ª ed. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora, 1974, p. 56):


OS GLORIOSOS
CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE


O chão da sacristia é forrado de campas,
domicílio perpétuo dos Antigos,
pois assim deve ser: volta dos filhos
da Santa Madre à Matriz do batismo,
para serem pisados como pó
e lembrados como rei.



*   *   *


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LOGO O SEU COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO.

OBRIGADO PELA VISITA.

PEDRO LUSO