>

24 de ago de 2015

[Poesia] PEDRO LUSO – Roda de Samba






  RODA DE SAMBA
     – Pedro luso de carvalho

Música no quarto vazio e triste.
 Mulher repousa no calor da tarde.
 Recorda os tempos de conquistas,

 com tristes finais. Nas quadras
da Mangueira, deixou juventude,
entre tantos sambistas.

No quarto, violão aviva o samba
e mexe com seu corpo  dengoso.
Que importa agora o amor  perdido?

O ritmo enche de animação alma
e corpo da morena, que sai faceira
para mais uma roda de samba.   



  *    *    *



21 comentários:

  1. La samba, un ritmo vivace e allegro, che hai riportato con grande bravura nel tuo quadro.

    ResponderExcluir
  2. Poesía con samba es todo un buen conjunto.
    Un feliz día

    ResponderExcluir
  3. Colori vivaci e grandi emozioni, nella lettura della tua poesia
    Cari saluti,silvia

    ResponderExcluir
  4. ¡Viva la Samba!
    ¡Viva la poesía y los poetas!!
    Sigo tu blog desde hoy, te encontré en un blog amigo
    y me quedo en seguidores.Me gusta tu casa de letras.

    Te invito a conocer mi blog. El blog de MA. Gracias.

    Saludos.
    MA.
    El blog de MA.

    ResponderExcluir
  5. Pois, o samba faz milagres.
    Poesia também.

    Gostei da tua poesia\samba.
    Samba\poesia...

    ResponderExcluir
  6. Verdade o samba pra quem gosta,faz milagres!
    Linda poesia.
    Peço desculpas de não está seguindo seu blog.
    Boa tarde.

    ResponderExcluir
  7. A música unida à poesia é como um bálsamo para o coração entristecido. E viva o sambão de raiz, ritmo gostoso de se ver e sambar.

    Abçs, amigo Pedro.

    ResponderExcluir
  8. Hola Pedro Luso, mil gracias por tu huella y sello en el blog de MA.
    Bienvenido a mi casa de letras, tu casa amiga.
    Entro a leer post antiguos en tu blog un rato más.
    Abrazos y feliz semana.

    MA.
    El blog de MA.

    ResponderExcluir
  9. Oi Pedro
    Sua poesia é clássica e muito bonita: adorava dançar samba puladinho, meu noivo morava em Santo André, uma linda metrópole e foi aprender a dançar e quando vinha me namorar, tinha que avisar para ele trazer terno e a gente caia no samba puladinho até nos exaurir.
    Obrigada pelos votos no meu aniversário, saúde eu sempre cuido, mas ganhei de herança também algumas doenças.
    Diga a Taís que emagreci 4 kg, agora entro nas minhas calças compridas, ela vai saber.kkk
    Beijos
    Dorli Ramos

    ResponderExcluir
  10. quien canta y baila su mal espanta
    saludos
    bonito trabajo

    ResponderExcluir
  11. MUY DIVERTIDA LA SAMBA!!!!
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  12. Olá, Pedro Luso.

    Música, sempre música. Independente do ritmo. Música.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  13. Não há como não se contagiar com um bom samba...
    Muito bom o poema, Pedro.
    Abração!

    ResponderExcluir
  14. Con la samba se me van los pies ... Besicos.

    ResponderExcluir
  15. Uma dança contagiante, irresistível.

    Beijinhos


    ResponderExcluir
  16. Gracias Pedro por tu huella y sello en mi blog.
    Tu poema invita a bailar la Samba.

    Un abrazo y feliz vida.
    MA.
    El blog de MA.

    ResponderExcluir
  17. Boa noite Pedro.
    Uma linda poesia, a musica é algo que anima, contagia, nada como um bom samba para afastar a melancolia. Uma linda semana para vocês, grande abraço.

    ResponderExcluir
  18. Olá Pedro
    Um belo samba contagia a alma e teus versos nos envolve e contagia.
    A música mexe com nossa sensibilidade e afasta as tristezas da vida
    Um poema ímpar meu amigo
    Que o seu dia seja abençoado e feliz
    Beijinhos de amizade

    ResponderExcluir
  19. Pobre mulher solitária, entrou na roda de samba pra fugir da solidão.
    É o jeito... por momentos esquece de seu quarto vazio e triste, o que é bom! A música quase sempre é companheira.
    Beijinhos, aqui do gabinete ao lado!.

    ResponderExcluir
  20. Gostei da poesia que mostra que o passar do tempo não deve nos tirar o prazer de viver com alegria.
    Obrigado pela visita.
    Um abraço.
    Élys.

    ResponderExcluir
  21. El ritmo de la zamba alegra hasta los corazones más tristes!!!

    Um abraço

    ResponderExcluir

LOGO O SEU COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO.

OBRIGADO PELA VISITA.

PEDRO LUSO